quarta-feira, 13 de março de 2013

Carta Maior - Internacional - Os conservadores argentinos sonham com um papa próprio


Enquanto isso, o candidato em questão, o atual arcebispo de Buenos Aires, Jorge Bergoglio, sonha em alcançar um papado impossível. Nascido em 1936 e presidente da Conferência Episcopal durante dois períodos (cargo que abandonou recentemente por doenças da idade), é difícil que o Vaticano se arrisque a colocar no trono de Pedro um homem citado em vários processos judiciais por sua cumplicidade com a ditadura e que conseguiu evitar seu próprio julgamento por contra de influências e argúcias de advogados. 


Carta Maior - Internacional - Os conservadores argentinos sonham com um papa próprio

Nenhum comentário:

Postar um comentário