terça-feira, 16 de abril de 2013

Dilma deixa a Patriota missão de reconhecer eleição de Maduro - CdB | Jornal Correio do Brasil


Ao contrário dos presidentes da Argentina, Cristina Kirchner, do Equador, Evo Morales, de Cuba, Raúl Castro e do Equador, Rafael Correa, a presidenta Dilma Rousseff ainda aguardava, mais de 15 horas após anunciado o resultado das eleições na Venezuela, para saudar o presidente eleito, Nicolás Maduro, pela vitória na disputa eleitoral realizada na véspera.


Dilma deixa a Patriota missão de reconhecer eleição de Maduro - CdB | Jornal Correio do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário